Dante Alighiere

Dante

Dante, nascido Durante Alighiere (1265-1321) foi um dos mais ilustres poetas italianos,além de filósofo e livre pensador politico.
Nasceu em Florença em 1265 de uma família da baixa nobreza. Sua mãe (Donna Bella, talvez Gabriella) morreu quando era ainda criança (5 ou 6 anos) e seu pai (Alighiero di Bellincione), quando Dante tinha dezoito anos.Dante tinha dois irmãos Francesco e Tana (Gaetana).
Pouco se sabe sobre sua vida e a maior parte das informações sobre sua educação, sua família e suas opiniões são geralmente meras suposições. As especulações sobre a sua vida deram origem à vários mitos que foram propagados por seus primeiros biógrafos, dificultando o trabalho de separar o fato da ficção. Pode-se encontrar muita informação em suas obras, como na Vida Nova (La Vita Nuova) e na Divina Comédia (Commedia).

“Lasciate ogni speranza, voi ch’entrate!”

Ele era bastante envolvido na política italiana da época, o que muitas vezes acabou por prejudicá-lo. Dante defendia a facção política conhecida como Bianchi Guelfi (defensores do império) contra os Neri Guelfi (defensores do papa). Nessa batalha política os Neri Guelfi triunfaram e Dante foi exilado de sua amada cidade de Florença.
Muitos de seus escritos retratam os conflitos de sua época, e retratam o pensamento e a política medievais. Apesar de ter alcançado um certo sucesso com suas obras em que defende suas idéias, jmais conseguiu indulkto para retornar a sua cidade natal.
Sua obra mais conhecida é o poema épico “La Divina Commedia” (The Divine Comedy), originalmente chamado “Commedia”. Dante foi particularmente influenciado pela obra de Cícero, Ovídio, pela Bíblia, e especialmente pela “Eneida” de autoria de Virgílio.

Um (que se trata do próprio Dante) é conduzido a uma jornada espiritual através do Inferno, Purgatório e Paraíso.A história se passa em 1300 D.C.Na jornada através do Inferno e Purgatório Dante é guiado por Virgílio. Beatriz, sua falecida amada, o conduz através do Paraíso
(Paradise). Durante todo o poema, Dante reflete sobre questões políticas e filosóficas de seu tempo. Em sua inventiva obra, Dante utiliza-se de alegorias e do imaginário corrente em sua época.
Este é um dos primeiros e mais importantes trabalhos surgidos à epoca em língua vernácula, pois todo o poema é escrito em italiano em vez de latim como era comum até então. É considerado uma das mais importantes expressões da cultura medieval, além de ser a base para o surgimento da moderna língua italiana.
Dante também escreveu “De Monarchia” (Na Monarquia) e “Il Convivo” (O Banquete), importantes tratados sobre sua visão política e filosófica. Além de “Vita Nuova” uma coleção de 25 sonetos, e balada e quatro canções que tratam do seu amor platônico por Beatriz.


OBRAS
A Divina Comédia
De Vulgari Eloquentia
La Vita Nuova
Le Rime (ou Canzoniere)
Il Convivio (obra filosófica)
Monarchia
As Epístolas
Éclogas
Quaestio
De aqua et terra

FONTES
Bibliografia
FRANCO Junior, Hilário. Dante, o Poeta do Absoluto. São Paulo: Brasiliense, 1970.
LEWIS, R.W.B. Dante: um Mergulho na Vida e na Obra do Autor de a Divina Comédia. São Paulo: Objetiva, 2002.
CAMPOS, Haroldo de. Pedra e Luz na Poesia de Dante. São Paulo : Imago, 1998.
Links
A comédia de Dante Alighiere: o melhor site em português sobre Dante Allighiere. Mantido por Helder da Rocha.
WikiPedia: Dante