Sociedade da Terra Redonda

Para quem não conhece, essa sociedade têm o intuito de combater o charlatanismo e o obscurantismo místico e religioso com muita racionalidade, inteligência e também acreditem, muito bom humor.

Até porque mesmo a sabedoria sem uma pitada de humor se leva a sério demais e enlouquece.

Vale à pena a visita não só pelos artigos e comentários sobre muitas falsidades e mentiras que circulam na grande mídia, mas também para rir adoidado com as piadas religiosas que fazem parte do acervo do site.

Lá achei essa piada que é genial.

A vida do Papa
O cara está no metrô, sentado próximo a um padre. Sua camisa está manchada de batom vermelho, o nó da gravata desapertado e uma garrafa de gim pela metade sobressai do bolso do seu paletó. Ele abre um jornal e começa a ler.
Após alguns minutos, volta-se para o padre e pergunta: “Diga-me, padre, o que causa artrite?”
“Vida desregrada, mulheres de vida fácil, muito álcool e pouca fé”, responde o sacerdote.
“Puxa vida…”, diz o homem cabisbaixo, estou desconsolado…

O padre, arrependido de ter sido tão duro, começa a desculpar-se: “Eu sinto muito, filho… não queria ser rude… há quanto tempo você tem artrite?”

“Não sou eu, padre… Eu li no jornal que o Papa tem artrite!”

2 comments

  1. Beatriz… bom dia,

    Ri tanto depois ter lido esta piada perfeita que resolvi agradecer você pelo seu Blog excelente e cheio de inteligência, sensibilidade e humanidade verdadeira e forte.
    Na verdade, foi a minha linda esposa que encontrou o seu Site e me fez descobrir… Achei ele tão bom que resolvi de fazer conhecê-lo no meu próprio Blog (criado em francês inicialmente e que a minha vida no Brasil – em Fortaleza mais precisamente – fez mudar, com o tempo, num Blog que quero, agora e cada vez mais, bilíngüe.)

    "Je suis, en effet, français d'origine comme, peut-être, tu l'as senti immédiatement… dès le début de ce message ;-)"
    "Sou, evidentemente, francês de origem como, certamente, você sentiu imediatamente… desde o inicio desta mensagem ;-)"

    Tenho já certa idade e conheci muito bem, na rua mesma, o bom ar dos anos que seguiram 1968 na França.
    Então me sinto filho das idéias as mais progressistas desta época… (e certamente do mundo inteiro 😉

    Cheguei ao Brasil há pouco tempo, essencialmente por causa… do Amor ! (… mais uma prova que sou bem filho de 68 😉 e tento, ainda hoje em dia, compreender a vossa cultura – tão pouco racional e tão cheia de crenças diluvianas – tão estranhas… pra mim… pelo menos até hoje.

    R . B

  2. Muito obrigado pelo : 'Comentários (0)' e pela sua doce e linda resposta.
    J'ai réellement apprécié !
    É isso que chamo de "vontade de se abrir à diversidade do mundo'.
    Parabens.

Comentários estão fechados.