20 - Kimberley Rew - Great Central Revisited

O último trabalho (por enquanto) solo de Kimberley Rew segue a mesma linha dos discos que realizou em quase 30 anos de carreira: melodias leves decoradas com solos de guitarras com o mais puro power pop misturadas com os anos 60. Kimberley manteve a fidelidade às suas raízes e fornece mais um disco agradável de se ouvir. Great Central Revisited contém 13 faixas, que juntas somam pouco mais de 36 minutos de grande divertimento.

Seus parceiros continuam lá: Alex Cooper na bateria, Vince de la Cruz, no baixo, sua companheira Lee Cave-Berry, também no baixo e nos vocais de apoio e até Robyn Hitchcock, que comparece em duas belas faixas, "Sick of Hearing About Your Drugs", tocando slide e em "Purple and Orange Stripes", onde divide os vocais de fundo com Lee, em uma faixa apenas sem instrumentos. Todas as guitarras são feitas pelo próprio Rew. A voz fina de Kimberley é uma surpresa, levemente divertida, mas não enjoativa, já que não abusa de agudos, assim como sua guitarra, de fraseado econômico e sem solos mirabolantes. Apenas cinco das 13 faixas ultrapassam os três minutos, mostrando o formato de canções pops que resolveu dar ao trabalho. Um grande destaque é o material gráfico do CD, sem as letras, mas com belas e inusitadas fotos no lugar, tiradas por ele mesmo, Lee, Matthew Seligman (ex-companheiro nos Soft Boys), Maria Culling e Steve Stewart. Vale dizer que todo o disco foi produzido pelo artista e que teve Pat Collier, responsável por gravações de trabalhos dos Soft e dos Waves, na mixagem. Recomendo as canções 'Life Itself', "Philip Larkin", "Purple and Orange Stripes" e a faixa-título.


Faixas

1 - Life Itself
2 - English Road
3 - Seven Stars
4 - Screaming Lord Sutch
5 - EC Blues
6 - Adventures of the Underclass
7 - Philip Larkin
8 - Sick of Hearing About Your Drugs
9 - Great Central Revisited
10 - Heart of Things
11 - Purple and Orange Stripes
12 - June Barley
13 - We Will Swin Together