Poema para a fiandeira Beatrix

Poema para a fiandeira Beatrix

 

Enredei-me em teus fios vermelhos
ai de mim, quem vem me tirar
Fiandeira enrola os novelos
Pra este pobre homem soltar

Fiandeira, formosa e mesurada
pele branca tal qual o luar
Amarraste teus fios, ó malvada
De teu corpo ao meu triste olhar

Teus fios ruivos deixam-me entregue
Tua pele me põe a arder
E por mais que esta chama eu renegue
Fiandeira, queimo por você.

Por anônimo