Requisitos para passar de nível

Requisitos para passar de nível

prefecture_informationscomte

Nível I – Aldeão

No nascimento de um personagem, ele automaticamente começa no Nível I, mais comumente conhecido como “aldeão”. Um aldeão não vive no esterco, ao contrário do que você possa imaginar, cada povoação tem um Bairro Velho em que ele pode instalar a sua esteira para dormir tranquilamente entre os seus iguais. Na Bairro Velho, os aldeões podem procurar o Mentor da povoação para buscar informações. Note-se que um aldeão veste inicialmente somente roupas de baixo. É claro que é possível mudar de nível e melhorar de vida.

Taudis

Nível I para o II – Requisitos:

  • Assistir a um vídeo de ajuda;
  • Dizer algo através do chat da povoação na visão 3D;
  • Trabalhar uma vez na Igreja;
  • Trabalhar duas vezes na mina da povoação ou no SMI (fazer alguma atividade para receber o Salário Mínimo Intercondal, como partir pedras por exemplo);
  • Comprar comida no mercado;
  • Alimentar-se a partir do inventário;
  • Dizer algumas palavras em alguma das tavernas;
  • Transferir a esteira (todos recebem uma) do inventário pessoal para o inventário da propriedade;
  • Colocar a esteira em um espaço do Bairro Velho
  • Escrever uma carta ao mentor ou ao prefeito se não houver mentor na povoação.

Nível II – Mendigo

O personagem nível II, conhecido como “mendigo” possui uma situação um pouco melhor que a do aldeão. Ele ainda vive no Bairro Velho, mas ao contrário do aldeão ele aprendeu a trabalhar (pode assumir empregos não qualificados, desde que haja vaga disponível).

Mas o mendigo ainda é muito pobre e não tem muitos amigos, além de que quase ninguém  lhe da muita atenção e importância na povoação.  Ele terá de prosseguir  com os seus esforços e criar laços sociais mais fortes, para poder assim, progredir para o próximo nível.

Verger

Nível II para o III – Requisitos:

  • Comer na taverna;
  • Atribuir um ponto de confiança a alguém;
  • Oferecer uma cerveja ou chá de ervas para alguém na taverna;
  • Enviar uma carta a alguém;
  • Ter pelo menos 5 pontos de reputação (incluindo no máximo três pontos de confiança);
  • Ser contratado por outro morador na Casa do Povo (esta tarefa aparece se pelo houver pelo menos uma oferta de trabalho sem pré-requisito de atributo disponível na CP);
  • Cortar madeira na floresta, pescar no lago ou colher frutas no pomar (se o município não tem machado ou demais itens necessários para emprestar, esta missão não aparecerá como disponível);
  • Ter pelo menos 90 cruzados no inventário;
  • Gritar algo no chat do mapa 3D da povoação;
  • Depois de cumprir todos os requisitos deve-se ir ao Paços do Condado e reunir com o mordomo do conde. Dai é possível escolher qual cultivo que se vai seguir, mas antes de escolher é interessante perguntar ao prefeito da cidade qual é o campo mais adequado.

Nível III –  Camponês ou Vagabundo

Um mendigo que conseguiu integrar-se na vida social de sua povoação obtém o direito de ir para o nível III,  conhecido como “camponês”.
Um camponês, como o seu nome indica, trabalha no campo, cultivando a terra ou criando animais. Por conseguinte, ele possui um campo. E neste campo, ele terá de dedicar-se para evoluir para o próximo nível.
O camponês já pode votar em eleições municipais e condais, ele pode até mesmo concorrer para estas eleições, ao contrário de tudo que a lógica aristocrática pode nos fazer crer, um camponês pode até mesmo tornar-se nobre.
Sua propriedade é uma pequena propriedade, ou seja, uma casa camponesa de poucos cômodos.
O camponês deve trabalhar em seu campo, mas sem se esquecer de manter as relações sociais, pois somente assim, ele será capaz de progredir para o próximo nível.

Champcochons

A passagem ao nível IV não custa nenhum cruzado. Nessa passagem é possível abandonar o status de vagabundo, lembrando que essa escolha será irreversível.

Chaumierepaysanne

Sobre o Vagabundo:

O Vagabundo é um nível um pouco especial e diferente. Ele foi reivindicado por um número de jogadores há alguns anos para atender a uma necessidade de adequação de seu caráter IG/RP, de alguém que simplesmente vagueia pelas estradas de acordo com seus desejos. Um vagabundo é realmente alguém que gasta a maior parte de seu tempo viajando.

Torne-se um vagabundo só é possível quando se atinge o Nível III. No entanto, esta escolha não concede campo, ao contrário de quem escolhe se tornar um camponês.

Normalmente podemos continuar a evoluir em termos de níveis, enquanto vagabundo, no entanto, isso não irá aparecer na ficha de personagem.

Atenção para o fato de que se alguém comprar um campo na propriedade ou pelo mercado de terras, este perde automaticamente o status de vagabundo, e passara a ter se personagem associado ao nível atual em que se encontrar, nada está perdido caso se mude de opinião sobre a evolução de seu personagem e se queira deixar de ser vagabundo.

Nível III para o IV – Requisitos:

  • Ter pelo menos 15 pontos de reputação;
  • Ter 10 pontos em força, inteligência e carisma;
  • Ter 200 cruzados em seu inventário;
  • Instalar sua casa no mapa 3D da povoação;
  • Instalar seu campo ou criação de animais no mapa 3D da povoação;
  • Ter vendido dois produtos no mercado da povoação;
  • Escrever uma mensagem no fórum da povoação.

Nível IV – Grande Camponês ou Vagabundo

À partir do nível IV não aparece mais a ficha de objetivos. Uma vez atingido os requisitos basta ir ao mordomo do conde solicitar a mudança.

A nível de personagem IV, também chamado de “grande camponês”, é basicamente um agricultor que trabalhou duro. O grande camponês sabe como tirar o máximo proveito de seus campos ou da criação de animais. Ele encontrou o seu lugar na povoação e sua reputação está aumentando gradualmente. Ainda assim, ele deverá continuar a juntar cruzados para evoluir seus atributos, além de adquirir roupas se quiser evoluir socialmente e passar ao próximo nível.

Champblé

Nível IV para o V – Requisitos:

  • Ter pelo menos 35 pontos de reputação (com no máximo 17 pontos de confiança);
  • Ter 20 pontos em força, inteligência e carisma;
  • Ter 500 cruzados em seu inventário;
  • Vestir calças, camisas, um par de sapatos (pode substituir por botas ou polainas);
  • Depois de cumprir todos os requisitos deve-se ir ao Paços do Condado e reunir com o mordomo do conde. Dai é possível escolher qual profissão terá como artesão. Os 500 cruzados serão perdidos, mas em compensação se receberá uma oficina. Esse dinheiro não vai para o Condado nem para CP.

Nível V – Artesão ou Vagabundo

Um grande camponês não pode crescer indefinidamente, uma vez que o número de campos lhe são limitados, contudo ele  poderá passar ao nível V e tornar-se um artesão.

Um artesão é basicamente alguém que produz coisas em sua oficina. Muitas coisas! Claro que isso dependerá do tipo de artesão, uma vez que um padeiro vai fabricar menos coisas diferentes que um tecelão ou um carpinteiro, por exemplo. Mas a verdade é que um artesão faz coisas com suas mãos e com as ideias de sua mente.

Por trabalhar com suas mãos e muitas vezes sujar-se em sua oficina, ele por isso não pode se dar ao luxo de usar roupas caras. Trata-se de um trabalho diário e bastante cansativo. Para ir ao nível seguinte, ele deverá acumular uma boa quantia em dinheiro e cuidar melhor da sua aparência, além de aumentar significativamente as suas capacidades físicas e intelectuais.

Echoppeboulanger

Nível V para o VI – Requisitos:

  • Ter pelo menos 100 pontos de reputação (com no máximo 30 pontos de confiança);
  • Ter 60 pontos em força, inteligência e carisma;
  • Ter 120 pontos em Carisma se quiser seguir a via do Estado ou Exército;
  • Ter 120 em Inteligência se quiser seguir a via da Igreja ou Medicina;
  • Antes era preciso ter 2500 cruzados ou 1600 se praticasse duas profissões de artesão (isto é, se destruiu sua primeira oficina e construiu outra, perdendo 500 cruzados no processo). Agora basta pagar 1000 cruzados de taxas ao Mordomo do Conde. O valor é fixo e ignora variações. O dinheiro deve estar em seu inventário.
  • Vestir calças (pode ser saia também, se for mulher), uma camisa, um cinto, um par de meias, chapéu (ou toque, ou coifa, ou  lenço, ou capacete, ou mitra, ou gorro de Natal) e um par de sapatos (ou bota ou polainas).
  • Depois de cumprir todos os requisitos deve-se ir ao Paços do Condado e reunir com o mordomo do conde. Dai é possível escolher qual via se pretende seguir enquanto erudito.
  • Dos 2500 em seu inventário, apenas uma parte desaparece. 1000 cruzados desaparecerão e o restante permanecerá com o personagem (600 ou 1500, dependendo da situação). O dinheiro que some do inventário não é passado ao Condado nem a CP, ele é simplesmente perdido.

Nível VI – Erudito ou Vagabundo

Alguém poderia acreditar que um indivíduo que começou em uma choupana no bairro velho, poderia um dia se tornar um erudito e entrar em uma universidade? No entanto, é exatamente isso que acontece com um artesão que tem acumulado riqueza suficiente para atingir o nível VI e, assim, ser capaz de chamar-se “erudito” pelas mesmas pessoas que sabem o que essa palavra significa.

Teoricamente um estudioso acumulou tanto dinheiro em  sua vida pregressa e não se arrependeu de ser artesão, pois agora ele pode livremente passar o dia sem nenhuma outra preocupação a não ser estar nos bancos da universidade de seu condado. Assim ele pode enfim deixar as  janelas de sua mente abertas para receber o constante fluxo de conhecimento que os seus professores estão dispostos a compartilhar.

Haveria um nível mais confortável? Sim, ainda existe.

prefecture_universite

Nível VI para o VII – Requisitos:

  • Para se chegar ao nível VII será necessário ter um sonho bastante estranho. Isso no entanto só acontecerá se o personagem tiver acumulado muitos pontos da sua via e for destaque entre os seus pares nessa pontuação. Contudo alguns declaram que essa seja uma variável um tanto aleatória, mas quanto mais pontos se tiver melhor.
  • O sonho acontecerá logo na primeira ligação do dia, assim que logares no jogo.
  • Para quem segue a via Maior da Igreja, deverá ganhar o máximo de pontos de verdade divina através da pregação e / ou detenção de uma posição em uma igreja ou uma catedral.
  • Para quem segue a via Maior do Estado , deverá produzir o maior número de pontos de Estado para o Condado ou CP.
  • Para quem segue a via Menor da Ciência (Medicina), deverá ganhar o maior número de pontos fazendo poções ou essências de cura, atendendo no consultório ou desenvolvendo o estudo das essências de cura ou estudando o código de Hildegarde.
  • Para quem segue a via Menor do Exército, deverá produzir o máximo de pontos para exército.
  • Para se produzir pontos são necessário ter desenvolvido os estudos dos conhecimentos da sua via na Universidade do Condado (a quantidade de pontos produzidos varia de acordo com esses conhecimentos e em que porcentagem se encontram).

Nível VII – Burguês ou Vagabundo

Finalmente a ascensão.  O erudito de qualquer uma das vias após dedicar-se arduamente aos seus estudos poderá finalmente ascender ao nível VII, comumente chamado de burguês.

O burguês é, acima de tudo alguém cujo lema parece ser ” luxo, calma e volúpia.” O objetivo do burguês é justamente buscar esse estilo de vida através de vários meios.

Hotel

Objetivos:

  • Construir uma  mansão;
  • Contratar criados;
  • Cumprir os objetivos da sua carta de consumação (consumir itens de luxo como vinhos, queijos e presuntos, dentre outros);
  • Residir em um prestigiado Condado ou Ducado;
  • Dominar muitos conhecimentos e livros;
  • Vencer eleições;
  • Viajar (ainda não ativada como opção para pontos de luxos);

 

OBSERVAÇÕES

  • Note que é inútil se apressar para a mudança de nível, pois este não é um jogo de corrida de níveis, especialmente porque o nível não é o seu personagem mas apenas a sua história de fundo e parte do que define as suas interações sociais.
  • Cuidado, não pagar impostos ou atrasá-los pode impedir a passagem de nível de seu personagem.
  • Atenção quando um personagem está em uma vila franca, ele não terá como acessar o mordomo do conde através do Paço do Condado, no entanto, ele poderá ir para a Casa do povo para fazê-lo.
  • Talvez um dia haverá um nível acima do burguês, mas por agora este é o topo da evolução social no RK, é a nata da nata.

Fonte: Encyclopédie des Royaumes Renaissants